Desideratos da Nova Economia

Acídia – do grego akédia ou acédia – significa o enfraquecimento da vontade. Do menor para o maior grau, a acídia se expressa por cansaço, preguiça, monotonia, desânimo, letargia, apatia, depressão e até suicídio. 

A palavra não significa apenas o suicídio físico. Abrange, também, o que ocorre sem que haja morte real, quando as pessoas “vivem” em transe, como zumbis, sem nenhum senso de orientação.

A acídia, promovida pela velha economia, corre solta na sociedade – em empresas, famílias, escolas. 

Desiderato – do latim desideratum – é o que se deseja, ambiciona, aspira, instiga a vontade.

Se acídia é o enfraquecimento da vontade, desiderato é o seu oposto, ou seja, o fortalecimento da vontade.

Um grupo de empresários e líderes de várias localidades, no País, se reuniu para sonhar a Nova Economia, no dia 29 de maio de 2014, em Atibaia, cidade do Estado de São Paulo. Juntos, voluntariamente e de forma participativa, eles elaboraram 28 manifestos representativos do desejo pela Nova Economia. Um por um, todos passaram a ser praticados, em seguida.

Os manifestos se transformaram em desideratos, a 25 de maio de 2018, novamente com a colaboração de todos e de suas equipes de trabalho. Ao longo desses anos, têm sido a inspiração para muitas pessoas, empenhadas em torná-los realidade para construção da Nova Economia. 

São eles:

Desiderato 1: Eu desejo viver um propósito coletivo

Desiderato 2: Eu desejo compartilhar conhecimentos e experiências

Desiderato 3: Eu desejo desenvolver a consciência humana

Desiderato 4: Eu desejo inspirar a essência das pessoas

Desiderato 5: Eu desejo beneficiar a vida

Desiderato 6: Eu desejo viver uma comunidade ética, humana e próspera

Desiderato 7: Eu desejo que o bem coletivo supere o individual

Desiderato 8: Eu desejo espiritualidade na economia, nos negócios e no trabalho

Desiderato 9: Eu desejo igualdade de oportunidades e riquezas para todos

Desiderato 10: Eu desejo a criação coletiva

Desiderato 11: Eu desejo preservar o planeta

Desiderato 12: Eu desejo retribuir

Desiderato 13: Eu desejo viver em plenitude

Desiderato 14: Eu desejo um mundo de abundância

Desiderato 15: Eu desejo viver o trabalho como um ato de amor

  • Charles

    Roberto, estou me deliciando com o novo livro o Velho e o Menino. Ambos tem sido mestres enquanto dialogam.

    Gratidão _/\_

    Charles

  • -->

    Quem leu esse artigo também leu esses:

    • Como o comprometimento e a excelência ajudam na busca do nosso sucesso

      Gustavo Borges, nosso querido campeão olímpico, me convidou para compartilharmos uma live. O tema era...

    • Tudo outra vez

      E depois, o que você vai fazer? Está bem, a crise chegou e, junto com...

    • Use a nova palavra mágica!

      Abracadabra era a palavra mágica, em determinada fase da vida, lembra? Guardava mistérios e tinha...