Seja um líder-referência

Tem hora que não dá, mesmo. Só trocando. É o jeito. O líder que acredita que todos têm de mudar, menos ele, é causa de estagnação da empresa. Pois uma empresa evolui, cresce e se desenvolve quando o líder evolui, cresce e se desenvolve.

Uma empresa cresce em conhecimentos, quando o líder cresce em conhecimentos. Uma empresa se desenvolve emocionalmente, quando o líder se desenvolve emocionalmente. Uma empresa evolui espiritualmente, quando o líder evolui espiritualmente. O líder é sempre o exemplo. Para o bem ou para o mal.

“O que meu líder faria nessa situação? ” – é uma pergunta pertinente do colaborador que tem o seu líder como referência diante do impasse de uma decisão solitária. E isso vai acontecer nas múltiplas e diversas situações em que o líder-referência é sempre lembrado e evocado para inspirar as melhores escolhas. Isso jamais vai acontecer sob uma liderança estagnada, ultrapassada e refratária. Para o colaborador, resta a solidão e o isolamento.

Um líder-referência é aquele que sabe se preparar e está sempre na vanguarda. Inclui tempo para o aprendizado, em sua agenda. Diante de uma liderança substancial, ganham o negócio, a empresa e, principalmente, cada colaborador que com ela se relaciona.

Um líder necessário é aquele que investe, sobretudo, na sua expansão de consciência e, com isso, abre a trilha para que todos possam percorrê-la, enquanto também expandem suas consciências.

O líder imprescindível é aquele que reconhece que o aprendizado e o crescimento são desafios para toda vida.

Diante do conjunto de atribuições que a Nova Economia exige, vale incluir mais essa no currículo: ser um líder-referência. Ele é tão necessário como imprescindível. E não precisa ser substituído, pois está sempre em constante renovação. Empenhe-se e comprove, por experiência própria!

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios*