Para superar os medos – Parte 1.

Abra espaço para as oportunidades! O medo, em certa medida, nos impulsiona e nos coloca em movimento. Mas, se for desmesurado, nos paralisa. Nas duas situações, no entanto, ele impede que a gente enxergue as oportunidades, mesmo que estejam bem diante do nosso nariz.

Tomados pela ansiedade, somos incapazes de ver a realidade, do jeito que ela é. Muito menos as oportunidades, pois estas exigem atenção, leitura nas entrelinhas. Então, melhor do que sair em busca das oportunidades, apazigue-se. Elas se revelarão.

 

 

Tire partido dos seus medos!

O medo do fracasso é uma das grandes razões para que se fixe moradia na mesmice. É satisfazer-se com menos, para evitar a possível dor da perda ou a vergonha do fracasso. A falsa impressão de segurança e o equívoco de estar em um ambiente de trâmite fácil prevalecem sobre a tendência à aventura e ao risco.

A tentativa de fugir à frustração faz com que, diante de bloqueios e obstáculos, se desista cedo demais. Mas é justamente ao enfrentá-los, superando-os, que encontramos   oportunidades jamais imaginadas.

Faça dos medos as molas propulsoras para o melhor devir!

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios*