O invisível aos olhos

Fazemos, em nosso processo, a analogia da empresa com uma árvore. A semente representa as intenções, razões e motivações que estão por trás de tudo. O tronco ou caule significa a estrutura humana que suporta a árvore. Os galhos expressam as unidades de negócios, assim como as flores e os frutos, os produtos e serviços. A colheita é a tradução dos resultados financeiros. Tal analogia ajuda a enxergar a empresa como uma obra viva a ser cuidada, e, como os vegetais, composta de partes interdependentes, visíveis ou não, e que fazem a obra prosperar.

No programa Meta Riqueza, da nossa empresa Metanoia – Propósito nos Negócios, mostramos como construir cada uma dessas dimensões da riqueza: a semente (dimensão filosófica), o caule (dimensão potencial), os galhos, as flores e os frutos (dimensão causal), a colheita (dimensão econômica).

 

4 Dimensões

 

Mesmo diante da analogia com um ser que requer cuidados, a árvore, há muitos líderes que, ansiosos pela colheita, se apressam em desenvolver galhos, dar flores e colher frutos, muitas vezes de maneira forçada. São poucos os que pacientemente conseguem construir a obra preparando o solo, lançando e nutrindo a semente para criar raízes  resistentes. A primazia pela colheita pode deixar em segundo plano a importância que a semente e as raízes têm nessa elaboração.

É certo que o trabalho da semente não é visível nem tangível. Não oferece nenhuma recompensa direta. Mas sem sementes e raízes é impossível ter uma boa árvore, com galhos firmes, bela florada e frutos saborosos. Mesmo que se consiga algum sucesso em uma empreitada sem os devidos cuidados, tudo irá por água abaixo – literalmente – na primeira chuva ou no primeiro vendaval. A analogia nos permite essa compreensão, pois ainda que não se capte quais são as relações entre as dimensões da riqueza de uma empresa, de certa forma todos entendem as relações entre as várias partes de uma árvore.

A origem de tudo, seja na árvore ou na empresa, está na qualidade da semente. E nas raízes dela decorrentes. Se forem fortes, permitem que a árvore fique naturalmente frondosa. O visível está sempre amparado pelo invisível. Por isso, ao invés de amaldiçoar a quantidade da colheita, é preciso averiguar, antes, a qualidade da semente.

O invisível é essencial, também nos negócios. Portanto, cuide muito bem dele, se quiser resultados que saltam aos olhos!

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios*