Manifesto 4:Eu desejo impulsionar resultados de corpo, mente e alma.

Alguma coisa aconteceu no meio do caminho. Alguém colocou o resultado na frente do processo e, daí para a frente, é só ele que conta mesmo. E para deixar isso bem claro, inventaram a meritocracia, que está sempre ligada aos resultados, não aos processos. E resultados de corpo. Ignora todo o resto. Talvez haja exceções, mas a regra tem sido essa.

Diante do foco intensamente concentrado no corpo e nos resultados dele provenientes, adeus à gratuidade, ao trabalho feito com real prazer, ao tempo de deleite, à realização pessoal, à alegria do trabalho pelo trabalho. Ao invés disso, uma inversão de valores. No lugar do valor, o preço. No lugar do prazer, a labuta. No lugar do deleite, o sufoco. No lugar da realização pessoal, a alienação. No lugar da alegria, o sofrimento. No lugar do sujeito, o objeto.

Quem inverteu o sentido das coisas?

Quem exonerou a mente e a alma do trabalho e do mundo dos negócios? Ou quem submeteu a mente e a alma ao domínio do corpo?

E quem inventou a empresa de uma perna só, onde tudo é puro e cruel mito de Sísifo? Nada além de escalar a montanha para resvalar ao ponto de partida e recomeçar novamente, dia após dia, semana após semana, mês após mês, ano após ano, vivendo um verdadeiro feitiço do tempo.

Pois quem persegue os resultados de corpo, apenas, ignorando os demais, condena-se ao tormento de se cansar mais do que aqueles que conseguem caminhar com o apoio de mais pernas.

Se compreendermos a empresa como um sujeito, veremos que ela sobrevive, mas não vive só do corpo. Tem de buscar energia na mente e na alma, se quiser ter resultados perenes. Precisa pensar em resultados que vão além do corpo. E deve ampliar o campo de visão para que os resultados também se ampliem.

Só assim as possibilidades se expandem. Quando o olhar se reduz a um espaço muito limitado, só a escassez é notada.   Ao deixar para trás essa redução de perspectivas, via mente e alma, além do corpo, cada um de nós passa a enxergar um mundo múltiplo, onde mora a abundância.

Eu desejo impulsionar resultados de corpo, mente e alma. Não apenas porque isso é bom para o mercado em geral, mas também determinante para que o meu negócio prospere e contribua cada vez mais para a sociedade. Amém. 

 

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios*