Manifesto 23: Eu desejo viver uma comunidade ética e humana

Queremos um mundo mais ético e humano. Quem não quer, em sã consciência? Queremos um país mais ético e humano. Quem não o deseja, também em sã consciência? Queremos uma cidade mais ética e humana. Quem não a almeja e gostaria de habitar nela? Queremos uma empresa mais ética e humana. Quem não gostaria de investir os seus dias em uma empresa com essa natureza? Queremos ser pessoas mais éticas e humanas. Quem, sadiamente, não pretende o mesmo?

Para tanto, precisamos compreender que tudo acontece exatamente da menor para a maior instância, ou seja, do menor agente, o indivíduo, para o agente mais amplo, a comunidade. Ou seja: o universo é um vasto macrossistema em que diversos sistemas se encontram para formar o todo. Diante do todo, o ser humano é como um microuniverso. Em harmonia com o todo, as possibilidades são expandidas quando há ética e humanidade.

Funciona assim: se uma pessoa tiver uma vida ética e mais humana, refletirá isso em seu trabalho e vai inspirar também a sua família e amigos, os quais influenciarão o bairro e todo o seu entorno. Esses por sua vez estenderão tal influência à sociedade, à cidade, ao estado e ao país.  O país, agora nação, influenciará o mundo e, este, o cosmo.

Fazemos parte de uma comunidade maior, seja ela a família, a empresa ou o planeta. Somos todos trabalhadores da mesma vinha, para a qual colocamos à disposição nossos valores e virtudes, concretizados por meio de nossos conhecimentos, habilidades, aptidões, talentos, sentimentos, voltados para produzir os melhores frutos.

Eu desejo uma comunidade ética e humana e reconheço que começa por mim.

Eu desejo ser ético e mais humano, bem como almejo que toda comunidade assim seja.

Eu desejo viver uma comunidade ética e humana.

 

 

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios*