Manifesto 21: Eu desejo gratidão a um bem maior

A gratidão abre as portas para a abundância, que é abrir-se às possibilidades. Quando reclamamos, fechamos as portas por onde teríamos acesso às possibilidades.  

Quando você reconhece a fartura que existe em sua vida, mais abundante ela se torna. E, examinando bem, temos mais a agradecer do que a reclamar.

A gratidão tem um impacto positivo que impulsiona a Nova Economia: sempre que recebemos algo de alguém, o nosso ímpeto é retribuir. A gratidão faz com que deixemos de pensar apenas em nós mesmos, uma das razões da penúria contínua, e passemos a pensar nos outros, uma das condições dessa mesma gratidão. Tal redirecionamento do olhar desvia as atenções da escassez e de sua filha dileta, a crise, para as possibilidades da abundância.

A arte da gratidão consiste na capacidade de transformar fatos comuns de sua vida em feitos extraordinários. Dois exemplos simples de expressá-la: reconhecer tanto os méritos de uma equipe de trabalho como os próprios erros e pedir desculpas por eles.

Esses exemplos têm algo em comum: criam condições saudáveis de trabalho e de negócios.

Eu sou grato por contribuir para a existência de uma Nova Economia.

Eu desejo gratidão a um bem maior.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios*