Liderança em pequenas doses.

Sobre Liderança

 

Liderança é uma palavra que se distingue de gerência por ser uma função e não um cargo. O líder não precisa do apoio do cargo. Sua liderança é legítima: exerce influência no grupo, todos sentem prazer em seguí-lo; possui uma visão de onde quer chegar; sabe aproveitar ao máximo os talentos das pessoas. Líderes se desenvolvem; não são fabricados. É possível que algumas pessoas possuam algumas inteligências mais desenvolvidas e que favoreçam o exercício da liderança. Mas o fato concreto é que liderança se aprende, como tudo na vida.

Sobre Equipes

 

Líderes eficazes desejam ter o poder de decisão mas normalmente permitem aos membros do grupo trabalharem do modo que desejam. O trabalho de equipe depende de clareza de objetivos (e isso é muito melhor do que discutir tarefas); de responsabilidades mútuas (definir com clareza qual é a parte que cabe a cada um naquele projeto); e definir em conjunto os indicadores de desempenho (para que todos saibam se estão indo no caminho certo).

Sobre Motivação

 

As pessoas querem usar suas cabeças (ideias e inteligências) para resolver problemas; o entusiasmo aumenta se puderem usar também seus corações (sentimentos e emoções). Os líderes sabem disso e lidam bem com isso. Os chefes não sabem disso e vivem na crença equivocada de que as pessoas só se interessam pelos salários e benefícios.

Sobre Intuição

 

Se olharmos para pessoas bem sucedidas, veremos que boa dose do seu sucesso está relacionado com a sua intuição. Intuição é saber algo sem que estejamos conscientes desse conhecimento. O nosso sistema intuitivo possui uma rede de percepção que recolhe e processa informações e reservam no cérebro. Quando uma necessidade consciente sente falta do conhecimento reservado, a mente põe-se a funcionar e têm-se o fenômeno da intuição.

Sobre Criatividade

 

Muitas pessoas não se acham criativas. Pensam que criatividade é como acidentes: só acontecem com os outros. Força de vontade, entusiasmo, coragem, perseverança! Parece que as pessoas criativas desenvolveram algumas virtudes para obter criatividade. Criatividade é um dom? Sim! É um dom divino do qual todos fomos dotados.

Sobre Bom Humor

 

Alguns paradigmas: para ser profissional tem que ser sério; para dar mostra que se está diante de um grande desafio tem que fazer pose de sério. Ora! Isso é uma agressão contra a natureza humana. Os seres humanos são criaturas espontâneas e brincalhonas. Mas, quando chegam no ambiente de trabalho, vestem a “roupa” de profissional e colocam a “máscara” de indivíduo sério. Até quando as decisões nas empresas serão tomadas por atores e não por pessoas plenas?

Sobre Tempo

 

Tem muita gente que trabalha muito mas trabalha errado. Emaranha-se no fazimento e não tem tempo para pensar, muito menos para aprender, nem um pouco para mudar. Com isso, cria um círculo vicioso onde as mesmas práticas produzem os mesmos resultados e não dá prá ser diferente, não é? Se não mudar o jeito de trabalhar não há o que se esperar com relação aos resultados obtidos: serão sempre os mesmos.

Sobre Liderança

 

Não se trata de um engano! É que acabamos de concluir um pequeno círculo que interliga liderança com equipe, essa com motivação, depois com intuição, criatividade, bom humor, tempo e depois liderança… O aprendizado é melhor quando utilizamos o pensamento sistêmico. Isso significa que tudo está relacionado a tudo. Se desejar, retorne e reinicie, agora interligando um assunto a outro. Uma vez juntas, aumenta a nossa capacidade de compreensão e de correlação com a realidade. Tente buscar a relação que existe de uma coisa com outra e delas com a sua realidade.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios*