Deseja, mesmo, realizar?

Pense bem! Você gostaria mesmo de colocar a sua empresa ou a sua carreira no reino das oportunidades? Você se dipõe a substituir a tranquilidade pelo desafio e correr o risco de trocar seis por meia dúzia? Aí está o xis da questão.

Vista dessa maneira, a proposta parece pouco estimulante. Se não existir algo maior do que os bloqueios e os medos, fatalmente deitaremos no berço esplêndido da mesmice. Antes de tudo, é preciso decidir o sentido a tomar: permanecer com as âncoras abaixo da superfície ou recolhê-las para que o barco navegue corajosamente em direção a novas conquistas.

Então pergunte-se: qual é a força do seu desejo?

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios*

Quem leu esse artigo também leu esses: