Boa aura atrai

Empresas ancoradas em uma só dimensão da riqueza, a econômica, sofrem muito em tempo de crise. Mercantilizam a sua existência e tudo o que sabem fazer é trocar produtos e serviços por contas a receber. É um raso toma lá dá cá, sem outro objetivo que não seja “fazer dinheiro” para pagar as contas, as quais constituem o único estímulo para que tais empresas consigam continuar existindo.

É isso: as que se limitam dessa maneira não vivem, apenas existem. Falta-lhes conteúdo para que tenham vida. E esse conteúdo está nas outras dimensões da riqueza. A econômica jamais vai dar conta do recado sozinha.

Uma empresa precisa ser mais do que um mero entra e sai de dinheiro. Viver em plenitude implica ter personalidade (um conjunto de valores que a caracterize), identidade (um conceito de negócio que a torna única diante do mercado), e ser uma comunidade de trabalho formada por uma equipe comprometida e clientes fidelizados. Enfim, precisa ter uma cultura.

É claro que uma empresa apoiada nas quatro dimensões da riqueza não vai ficar imune diante de uma economia com retraído nível de atividade, redução de consumo e circulação de dinheiro, produção e emprego em queda. Mas nem de longe passa pelas agruras da que se resume a uma só dimensão, sempre mais suscetível e vulnerável diante de adversidades. A empresa geradora de riqueza nas quatro dimensões tem onde e como se socorrer.

Não é difícil de compreender: se uma empresa tem uma cultura em que expressa a sua personalidade (o que inclui retidão e integridade) e a sua identidade (reconhecimento e reputação), tanto os que lá trabalham como os que com ela se relacionam vão se manter próximos e conectados. Nem é preciso que faça propaganda. Os próprios frutos que produz atraem as pessoas, que gostam de se relacionar com a que tem uma boa aura. Sentem-se bem ali.

Qualquer coisa – tanto pessoas como negócios – só consegue atrair gente se realmente render frutos. Uma empresa pode “vender o peixe” de que seus produtos e serviços são muito bons e que não existe nada igual, mas se não possuir a boa aura, os efeitos dessa propaganda serão passageiros. Ao contrário, mesmo que se mantenha em silêncio, aquela que oferece um fruto ou conteúdo autêntico atrai naturalmente as pessoas. E, sem nenhuma dúvida, seus negócios vão prosperar. Com crise ou sem crise.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios*