Amigos de verdade

Diz o verso da música que “amigo é coisa para se guardar debaixo de sete chaves dentro do coração”. Sim, amigo é para se guardar. Mas tem amigos e amigos. Alguns são como nuvens negras, colocam a gente para baixo ou desabam fragorosamente sobre nossas cabeças. Seu assunto preferido é o noticiário mais desastroso da tevê ou dos jornais: desde enchentes até o último crime hediondo, sem poupar detalhes. Quando você os consulta para alguma decisão, ouve palavras de aconselhamento que só fazem aumentar o medo e evitar o risco. Afinal, a avaliação desses arautos da catástrofe parte do ponto de vista de um mundo que vai indo bem mal. “Não entra nessa”, “não vai funcionar”, “você não leva jeito para isso”, “vai quebrar a cara”, “depois não diga que eu não avisei”. Gente que nos impede de evoluir são amigos do Jonas, ou da onça, como se falava nos velhos tempos. São os amigos do sinal vermelho.

Mantemos tais amizades por amor ou compaixão, ou porque achamos, mesmo, que amigo é coisa para se guardar a sete chaves dentro do coração. Mas convenhamos que esse lugar tão reservado e confortável pode ser habitado por amigos melhores. Sim, porque graças à boa sorte, também temos amigos do sinal verde. Aqueles que nos incentivam a prosseguir, a levantar e andar depois de um tropeção, a enfiar a cara (mesmo que seja para quebrá-la!) e a confiar no nosso taco. São os amigos que nos encorajam e nos fazem enxergar o potencial escondido por trás do nosso ponto cego ou que nossa eventual baixa autoestima teima em não valorizar.

Sempre que for preciso tomar uma decisão, é melhor consultar os amigos do sinal verde. Eles vão se lembrar dos alertas e cuidados que devem ser tomados, mas o realce sempre será para o encorajamento: vá! Como diria Joseph Campbell, “siga o seu contentamento!”

Agora, preste atenção: e você, qual é a sua atitude como amigo? Do tipo sinal vermelho ou do tipo sinal verde? Comportamento gera comportamento. Se você é do tipo sinal vermelho, a chance de ter mais amigos dessa natureza é muito grande. Se a maior parte de suas conversas é feita de queixas e lamentos, com o olhar sobre o lado sombrio dos acontecimentos, saiba que você vai atrair pessoas com a mesma atitude. E o inverso também é verdadeiro. Se as suas conversas giram em torno de realizações e talentos, buscando o lado positivo da vida, terá a companhia de gente com igual tendência.

Os amigos que queremos guardar dentro do coração já estão lá: são os nossos valores e virtudes.

Pense em dez características que você gostaria de ver nas pessoas do seu relacionamento. Lembre-se: os semelhantes se atraem – QUE EU SEJA!

De nada adianta sair por aí, selecionando amigos por conta dos seus comportamentos. Os amigos que queremos guardar dentro do coração já estão lá: são os nossos valores e virtudes.

“Compreendo, num lapso, que a lente por meio da qual eu enxergo as pessoas é determinante. Se a imagem construída reduz o tamanho daquele ser humano, não conseguirei enxergar a grandeza oculta que existe nele. Deixo de vê-lo como devir.” (trecho do livro O Devir).

No mais, não há esforço. É só deixar que os corações se encontrem. Natural e espontaneamente.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios*