A gestão do agora.

Aprendemos que é papel do líder cuidar do futuro, pois é lá que a empresa vai passar a maior parte da sua vida. Disso, ninguém tem dúvidas. Enquanto a tripulação está no convés resolvendo os problemas imediatos, o líder está na gávea, olhando para o horizonte e avistando oportunidades e ameaças. Esse é o papel estrategista da liderança: preparar o futuro. Mas existe a gestão do agora – mais imprescindível e importante que a gestão estratégica. É onde se localiza a principal atribuição do líder consciencioso. Ela é determinante, qualquer que seja o futuro.

A gestão do agora lida com as questões que se apresentam neste mesmo instante. No tempo presente. Nada tem a ver com propósitos e resultados futuros. Trata-se de atuar sobre o que está acontecendo aqui e agora. Refere-se à maneira como o líder vive o dia de hoje.

Tome como exemplo os relacionamentos, aqueles que os líderes mantêm todos os dias. A pergunta é: “o que eu, líder, faria (ou faria diferente) se aumentasse um pouco a consciência dos meus relacionamentos? O que mudaria na empresa, se passasse a agir com base nos valores e de maneira coerente? Dizendo sempre a verdade, sem omitir nada? Se falasse com o outro em vez de falar do outro? Estou disposto a adotar esses comportamentos agora? O que aconteceria se eu introduzisse a verdade no ambiente de trabalho agora? Fatos desagradáveis fazem parte da vida de todos os líderes. Como viver a verdade, mesmo assim? Ambientes de negócios podem não ser amistosos. O que aconteceria seu eu introduzisse a bondade mesmo assim? Se acredito, mesmo, nesses valores, porque não adotá-los agora?

A gestão do agora é um tipo de gestão dos bons costumes, que valoriza os pequenos grandes gestos. Na gestão do agora, o líder jamais desperdiça a oportunidade de servir como exemplo para realçar comportamentos desejáveis. De cumprir promessas e honrar compromissos. De praticar a coerência entre o discurso e a prática, dentro e fora do local de trabalho.

Gestão do agora é isso: aproveitar todas as oportunidades de criar uma empresa conscienciosa que, sem dúvida, fará muito sucesso no futuro, seja ele qual for.

O líder consciencioso constrói, via gestão do agora, aos poucos, peça por peça, a empresa conscienciosa.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios*